Ir para o Portal Estácio
Voltar

Blog

faculdade Psicologia

Tudo sobre o curso de Psicologia

Escrito por:

INTRODUÇÃO:

O perfil da formação do curso de psicologia da Universidade Estácio de Sá é um profissional  comprometido com a prevenção e a promoção da saúde, habilitado para intervenções clínicas, estando apto a trabalhar em equipes multiprofissionais, inclusive em posição de liderança.

– Panorama geral do curso:

O objetivo do curso é formar Psicólogos generalistas que no desempenho de suas atividades profissionais, sejam capazes de atuar em diversos contextos, revelem capacidade de compreensão crítica dos diferentes fenômenos segundo múltiplos referenciais e com respeito à ética. Inclui-se também em sua missão o desenvolvimento do conhecimento científico em Psicologia e a promoção da capacitação contínua.

O curso tem duração de 10 períodos ou 5 anos.

Habilitação: Bacharel em psicologia:

– Quais cargos/carreiras são elegíveis à formação do curso:

O egresso do curso de psicologia está habilitado a atuar em instituições públicas e privadas de saúde, na área de recursos humanos em organizações de todo porte; nas clínicas e consultórios na área de avaliação e atendimento clínico. O psicólogo pode atuar também em escolas, na área jurídica, esportiva ou em Organizações Não Governamentais. Revela-se, assim,  um campo grande de atuação.

CURSO:

– O que esperar do primeiro ano?

Nas disciplinas introdução à psicologia, História da Psicologia e Teorias e sistemas psicológicos, espera-se que o aluno consiga diferenciar ciência e senso comum, aprendera importância da pesquisa em psicologia. Diferenciar os principais métodos utilizados na psicologia.

Com a disciplina estatística básica, espera-se que os alunos aprendam a utilizar ferramentas de estatísticas que permitam análise e apresentação de dados.

Com a disciplina desenvolvimento humanos e fundamentos de neuroanatomia espera-se que o aluno desenvolva a capacidade de analisar, descrever e interpretar relações entre contextos e processos psicológicos e comportamentais.

– Quando começam as disciplinas específicas?

As disciplinas específicas iniciam no terceiro período como a disciplina métodos de observação em psicologia. Nesta o aluno a prende a utilizar os métodos experimental, de observação e outros métodos de investigação científica; análise experimental do comportamento com objetivo de desenvolver a capacidade de analisar, descrever e interpretar manifestações verbais e corporais como fontes primárias de acesso a estados subjetivos técnicas de exame psicológico onde o aluno desenvolve. Psicologia da Percepção e psicologia da motivação e emoção onde o aluno aprende a ler e interpretar comunicações científicas e relatórios técnicos na área da Psicologia e analisar, descrever e interpretar relações entre contextos e processos psicológicos e comportamentais; levantar informação bibliográfica através de meios convencionais e eletrônicos. Técnicas de Exame psicológico I onde o aluno apende a planejar e realizar entrevistas com diferentes finalidades e em diferentes contextos.

– O curso possui estágio obrigatório?

O curso exige o cumprimento de 3 estágios obrigatórios e para o isso oferece um Serviço de Psicologia Aplicado. Este funciona como uma clínica de atendimento psicológico, gratuito, aberto à comunidade onde o aluno atende sob a orientação de um supervisor. Este estágio se propõe a responder às exigências necessárias para a formação do psicólogo, congruentes com as competências que o curso visa a desenvolver. Além do SPA o aluno pode estagiar em instituições diversas que tenham convênio com a Estácio.

– O curso solicita trabalho de conclusão de curso para se graduar?

O curso não exige trabalho de conclusão de curso mas os alunos tem a possibilidade de desenvolver uma pesquisa nas disciplinas produção avançada de trabalho acadêmico I e II.

PERFIL PROFISSIONAL:

São competências básicas do formado em Psicologia:

a) Identificar e analisar necessidades de natureza psicológica, diagnosticar, elaborar projetos, planejar e intervir de forma coerente com referenciais teóricos e características da população-alvo;

b) Identificar, definir e formular questões de investigação científica no campo da Psicologia, vinculando-as a decisões metodológicas quanto à escolha, coleta, e análise de dados em projetos de pesquisa;

c) Escolher e utilizar instrumentos e procedimentos de coleta de dados em Psicologia, tendo em vista a pertinência e os problemas quanto ao uso, construção e validação;

d) Avaliar problemas humanos de ordem cognitiva, comportamental e afetiva, em diferentes contextos;

e) Saber buscar e usar o conhecimento científico necessário à atuação profissional, assim como gerar conhecimento a partir da prática profissional;

f) Coordenar e manejar processos grupais, considerando as diferenças de formação e de valores dos seus membros;

g) Atuar inter e multiprofissionalmente, sempre que a compreensão dos processos e fenômenos envolvidos assim o recomendar;

h) Relacionar-se com o outro de modo a propiciar o desenvolvimento de vínculos interpessoais requeridos na sua atuação profissional;

i) Elaborar relatos científicos, pareceres técnicos e outras comunicações profissionais, inclusive materiais de divulgação.

As competências básicas devem se apoiar nas habilidades de:

a) Levantar informação bibliográfica através de meios convencionais e eletrônicos;

b) Ler e interpretar comunicações científicas e relatórios técnicos na área da Psicologia;

c) Utilizar os métodos experimental, de observação e outros métodos de investigação científica;

d) Planejar e realizar entrevistas com diferentes finalidades e em diferentes contextos;

e) Analisar, descrever e interpretar relações entre contextos e processos psicológicos e comportamentais;

f) Analisar, descrever e interpretar manifestações verbais e corporais como fontes primárias de acesso a estados subjetivos;

g) Utilizar recursos da matemática, da estatística e da informática para a análise e apresentação de dados e para a preparação das atividades profissionais em Psicologia.

MERCADO DE TRABALHO:

Em constante ampliação dada a possibilidade de atuação em diversas áreas seja numa clínica, escola, empresa, orgs e outras instituições sejam públicas ou privadas.

ESTÁGIO E TRAINEE:

A partir do 5º período os alunos já encontram possibilidade de estágio Não Obrigatórios.

EXEMPLOS DO QUE O PROFISSIONAL PODE FAZER DEPOIS DE FORMADO:

Recrutamento, seleção, desenvolvimento e treinamento de equipes. Avaliação psicológica, psicodiagnóstico, laudos. Atendimento psicoterápico, atendimento hospitalar, acompanhamento e liderança de equipes multidisciplinares esportivas. Orientação, dinâmicas, aplicação e testes e etc.

CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO:

Pós graduação stricto sensu e lato sensu em Psicologia social, psicanálise e outras áreas que fazem interface com a psicologia.

Produzido por: Luis Monteiro, Coordenador Nacional do curso de Psicologia.