Ir para o Portal Estácio
Voltar

Blog

Arquitetura e Urbanismo

Tudo sobre o curso de Arquitetura e Urbanismo

Escrito por:

INTRODUÇÃO

Panorama geral do curso

O curso de Arquitetura e Urbanismo da Estácio é integralizado em, no mínimo, 10 semestres, com um total de 3732 horas incluindo a carga total de estágio de 168 horas, estando de acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais do Ministério da Educação.

Cargos/carreiras elegíveis à formação do curso

O bacharel em Arquitetura e Urbanismo pode atuar em diferentes campos de atividades, tais como: arquiteto e urbanista, gerente de projetos e obras, design de móveis e de interiores, entre outros.

CURSO

O que esperar do primeiro ano?

No primeiro ano se concentram as disciplinas de fundamentação do curso, como Desenho de Arquitetura, Representação e Análise da Forma, Arquitetura Digital, Teoria Crítica da Arquitetura, História da Arte e Planejamento de Carreira e Sucesso Profissional. Estas disciplinas constroem a base de conhecimentos teóricos e práticos para capacitar o estudante no desenvolvimento de projetos arquitetônicos e urbanísticos.

Quando começam as disciplinas específicas?

A partir do 2º ano a carga de disciplinas específicas aumenta com conteúdos mais direcionados à prática projetual e a uma interpretação crítica e operativa da teoria e da história.

O curso possui estágio obrigatório?

O estágio não é entendido apenas como uma exigência legal para a formação, mas como uma atividade que tem uma função pedagógica fundamental, pois é visto como uma oportunidade para aplicar os conhecimentos de forma supervisionada, propiciando ao estudante a realimentação do processo ensino-aprendizagem e sua vinculação ao mundo do trabalho. O Estágio Curricular Supervisionado é parte do conteúdo curricular obrigatório, conforme atesta a presença da disciplina Estágio Supervisionado em Arquitetura e Urbanismo. As modalidades de conteúdo válido para o Estágio Curricular Supervisionado são a participação no Escritório Modelo e estágio externo.

O curso solicita trabalho de conclusão de curso para se graduar?

O Trabalho Final de Graduação, entendido como atividade de síntese e integração de conhecimento e consolidação das técnicas de pesquisa, compreende a realização de um trabalho individual, com tema de livre escolha do aluno, obrigatoriamente relacionado com as atribuições profissionais, sob supervisão de um professor orientador. Nessa perspectiva, o TFG visa favorecer o desenvolvimento do pensamento, aprofundar o espírito crítico, a autonomia intelectual, além de propiciar o diálogo com a realidade.

PERFIL PROFISSIONAL

Competências e habilidades mínimas que o profissional deverá desenvolver

O curso de Arquitetura e Urbanismo tem como perfil formar um profissional humanista, crítico, reflexivo, ético e apto a atuar no planejamento de espaços interiores e exteriores, traduzindo as necessidades de indivíduos, grupos sociais e comunidades nos diversos cenários do mundo contemporâneo, com consciência ambiental, abrangendo o urbanismo, a edificação, o paisagismo, assim como a conservação e a valorização do patrimônio construído, utilizando racionalmente os recursos disponíveis. O arquiteto e urbanista deve colocar-se no mundo como agente de aperfeiçoamento e transformação, contribuindo para a ampliação do campo teórico das disciplinas específicas.

Neste sentido, o currículo do Curso de Arquitetura e Urbanismo deverá possibilitar a formação de um profissional com as seguintes competências e habilidades:

O conhecimento dos aspectos históricos, sociais e econômicos relevantes e de todo o espectro de necessidades, aspirações e expectativas individuais e coletivas quanto ao ambiente construído;

A compreensão das questões que informam as ações de preservação da paisagem e de avaliação dos impactos no meio ambiente, com vistas ao equilíbrio ecológico e ao desenvolvimento sustentável;

Conceber projetos de arquitetura, urbanismo e paisagismo e para realizar construções, considerando os fatores de custo, de durabilidade, de manutenção e de especificações, bem como os regulamentos legais, e de modo a satisfazer as exigências culturais, econômicas, estéticas, técnicas, ambientais e de acessibilidade dos usuários;

O conhecimento da história das artes e da estética, suscetível de influenciar a qualidade da concepção e da prática de arquitetura, urbanismo e paisagismo;

Os conhecimentos de teoria e de história da arquitetura, do urbanismo e do paisagismo, considerando sua produção no contexto social, cultural, político e econômico e tendo como objetivo a reflexão crítica e a pesquisa;

O domínio de técnicas e metodologias de pesquisa em planejamento urbano e regional, urbanismo e desenho urbano, necessários para a concepção de estudos, análises e planos de intervenção no espaço urbano, metropolitano e regional;

Os conhecimentos especializados para o emprego adequado e econômico dos materiais de construção e das técnicas e sistemas construtivos, para a definição de instalações e equipamentos prediais, para a organização de obras e canteiros e para a implantação de infraestrutura urbana;

A compreensão dos sistemas estruturais e o domínio da concepção e do projeto estrutural, tendo por fundamento os estudos de resistência dos materiais, estabilidade das construções e fundações;

O entendimento das condições climáticas, acústicas, lumínicas e energéticas e o domínio das técnicas apropriadas a elas associadas;

Práticas projetuais e soluções tecnológicas para a preservação, conservação, restauração, reconstrução, reabilitação e reutilização de edificações, conjuntos e cidades;

As habilidades de desenho e o domínio da geometria, de suas aplicações e de outros meios de expressão e representação, tais como perspectiva, modelagem, maquetes, modelos e imagens virtuais;

O conhecimento dos instrumentais de informática para tratamento de informações e representação aplicada à arquitetura, ao urbanismo, ao paisagismo e ao planejamento urbano e regional;

A habilidade na elaboração e instrumental na feitura e interpretação de levantamentos topográficos, necessária na realização de projetos de arquitetura, urbanismo e paisagismo e no planejamento urbano e regional.

O egresso (formado) do Curso de Arquitetura e Urbanismo deve, no decorrer de sua formação, desenvolver também competências e habilidades nas áreas gerenciais, humanísticas e sócio-políticas, que culminarão no profissional com o perfil desejado.

MERCADO DE TRABALHO

De acordo com a Catho, as remunerações médias de cargos em Arquitetura e Urbanismo no Brasil variam de acordo com a área e a função exercida.

Arquitetura

O profissional deve possuir conhecimento, de acordo com a relevância do cargo, para a solução dos problemas da área, além de participar da elaboração e auxiliar na execução de projetos.

– Arquiteto Júnior: R$ 2.890,94.

– Arquiteto Pleno: R$ 4.326,54

– Arquiteto Sênior: R$ 6.827,27

– Coordenador de Projetos: R$ 6.975,99

– Coordenador de Arquitetura: R$ 8.501,70

– Gerente de Projetos: R$ 11.612,31

Urbanismo

O profissional tem, entre as funções, elaborar planos e projetos de urbanização, desenvolvendo soluções, que satisfaçam as necessidades da infraestrutura e do meio ambiente, além de fiscalizar e executar obras e serviços de urbanização, com estudos de viabilidade financeiros, econômicos e ambientais.

– Urbanista: R$ 4.086,11.

Design de Interiores

A função inclui elaborar projetos de designer de interiores, com a escolha de mobiliário adequado, materiais, cortinas, tapetes e demais elementos decorativos. O profissional também realiza o cronograma físico e financeiro, com os custos de todos os itens do projeto.

Designer de Interiores: R$ 2.673,95.

Paisagismo

O profissional executa obras e projetos que criam espaços com a utilização de plantas ornamentais e outros elementos decorativos. Também é responsável pela definição de materiais, acabamentos, técnicas e equipamentos utilizados para a execução dos projetos.

– Paisagista: R$ 3.287,17.

ESTÁGIO E TRAINEE

É mais comum que as empresas comecem a solicitar os estudantes a partir do 5º período.

Segundo a Catho, um Estagiário de Arquitetura ganha, em média, R$ 987,39, um Assistente de Arquitetura R$ 1.656,67 e um Trainee de Arquitetura R$ 1.836,19.

EXEMPLOS DO QUE O PROFISSIONAL PODE FAZER DEPOIS DE FORMADO

Lista de atividades que o profissional pode desenvolver depois de formado:

– Projetos de Arquitetura.

– Projetos de Urbanismo.

– Projetos de Arquitetura de Interiores.

– Projetos de Paisagismo.

– Design de Mobiliário.

– Gerenciamento de projetos e obras.

– Coordenação de projetos e obras.

CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO

Pós-graduação em Sustentabilidade.

Cursos e provas de Certificação Ambiental para a construção civil (Leed e Acqua, por exemplo).

MBA em gerenciamento de projetos e obras (PMO).

Produzido pelo Professor Ivo Giroto, Coordenador Nacional do curso de Arquitetura e Urbanismo.