Ir para o Portal Estácio

Reputação on-line: como preservar o seu perfil?

Escrito por:

Você já deve ter pesquisado as referências de um restaurante nas redes sociais antes daquele jantar especial, certo? Ou pedido indicações antes de se decidir por uma nova compra. Saiba que você não está sozinho e esse é um hábito bem comum em todas as áreas, inclusive no mercado de trabalho. Em busca de profissionais qualificados, muitas organizações passaram a pesquisar o perfil de potenciais candidatos nas redes sociais. De acordo com um estudo realizado pela consultoria americana Reppler, 90% dos recrutadores olham o perfil dos candidatos e 69% recusaram um profissional com base no conteúdo encontrado em suas redes sociais.
Quando se fala em reputação, hoje, a vida on-line vale tanto quanto a offline e uma complementa a outra. As informações pessoais estão ganhando cada vez mais espaço e tornando-se tão importantes quanto às profissionais, ou seja, não adianta ser só um bom técnico, especialista e gerente se as suas atitudes, comportamentos e até mesmo os posts nas suas redes não forem autênticos, verdadeiros e refletirem um pouco mais sobre a sua essência. As empresas buscam gradativamente profissionais que compactuem de propósitos parecidos, não dá mais para contratar um hoje e outro amanhã, isto demanda energia e dinheiro”, explica Rosângela Villa-Real, sócia da VillaReal Comunicação e fundadora do grupo Colegiada de Empreendedoras.
E sendo a internet tão presente na vida dos brasileiros, como mostra a pesquisa “Digital in 2018: The Americas”, que registrou 62% da população ativa nas redes sociais, todo cuidado é pouco para não acabar perdendo a vaga dos sonhos por causa de um post precipitado. “Não publique na web aquilo que você não falaria em público, em uma roda de pessoas que não conhece, entre amigos ou em uma palestra. O distanciamento que temos das pessoas, por conta de estarmos atrás de um monitor, não tira a nossa responsabilidade sobre o que falamos, comentamos ou sobre como agimos. Lembre-se que o seu nome é a sua marca e não há ninguém melhor do que você para cuidar dela”, adverte o professor de Comunicação Social da Estácio de Sá, Sergio Carvalho, que dá algumas dicas para se sair bem em todas as redes sociais. Confira:
– Haja sempre com cuidado com o que vai publicar. Posicionamento é bom, mas lembre-se que suas palavras ficarão na internet para sempre;
– Antes de responder uma publicação, verifique se o que está comentando é verídico ou apenas fake news. Embarcar em publicações falsas com comentários é tão ruim como se fosse uma publicação sua que possa gerar algo negativo;
– Jamais fale mal da empresa em que trabalha. Nenhuma empresa vai contratar um profissional que poderá no futuro falar mal publicamente de sua empresa ou marca também;
– Tenha cuidado ao postar ou compartilhar assuntos com marcas ou produtos concorrentes ao da empresa ou grupo para o qual trabalha. A web é uma forte plataforma de comunicação e devemos tratá-la como uma mídia poderosa;
– Engaje-se em escrever artigos ou assuntos que possam ser de interesse de sua área de atuação. O LinkedIn é uma ótima vitrine para o seu crescimento profissional. 
As redes sociais são uma via de mão dupla e podem tanto ajudar quanto prejudicar a busca por um emprego. Mostre seu potencial, esteja aberto às oportunidades e manifeste-se a seu favor, mas evite a superexposição. Saber quando e como falar é uma máxima para preservar seu perfil e aumentar sua reputação on-line.